Plantão de Polícia

Ratos do BRT meteram R$ 30 mil em 5 assaltos

20/11/13 01:37
atualizado em 20/11/2013 01:34

Segundo a Polícia Civil, trio preso em favela de Campo Grande já planejava o sexto ataque

Policiais da 42ª DP (Recreio dos Bandeirantes) desarticularam um esquema de assaltos a terminais do corredor de ônibus expressos BRT Transoeste. Segundo a Polícia Civil, os crimes eram cometidos graças ao envolvimento do vigilante Maicon Rodrigo de Souza, de 22 anos, que trabalhava para o consórcio que opera o sistema. Ele e outros dois acusados foram apresentados ontem.

Maicon informava a Júlio Cesar do Nascimento, de 35 anos, e Tiago Salles de Araújo, de 22, os horários de maior arrecadação das bilheterias das estações, antes que o carro-forte chegasse para recolher a féria do dia. De posse das informações privilegiadas, a dupla rendia os funcionários com uma arma de brinquedo e fugia com o dinheiro.

Entre 28 de outubro e 8 de novembro, os bandidos realizaram cinco assaltos nas estações Magarça, Santa Cruz e Recreio, embolsando cerca de R$ 30 mil. O trio foi localizado na segunda-feira, na Favela Santa Margarida, em Campo Grande, Zona Oeste do Rio. Segundo a polícia, Maicon, Júlio Cesar e Tiago já planejavam outro assalto, o alvo seria o terminal Salvador Allende.

Após a prisão, os policiais acompanharam os bandidos à casa de Júlio, onde foram encontradas a arma e as roupas utilizadas nos assaltos. Eles vão responder por roubo qualificado e podem pegar até 15 anos de prisão.

 



© Copyright Editora O DIA S.A. - Para reprodução deste conteúdo, contate a Agência O DIA.