Plantão de Polícia

Juiz de futebol mata jogador e é esquartejado pela torcida

05/07/13 00:00
atualizado em 05/07/2013 02:33

Parecia que a multidão estava possuída. Cabeça do árbitro foi pendurada ao lado do campo

No mesmo dia em que o Brasil destroçou a Espanha e foi campeão da Copa das Confederações, a população de uma pequena cidade no interior do Maranhão viu uma partida de futebol terminar em tragédia. Durante um jogo de um campeonato amador local, o árbitro matou um dos atletas com uma facada e foi alvo da fúria da torcida, que o esquartejou, no último domingo, no município de Pio XII. Um suspeito de picotar o juiz já foi preso pela Polícia Civil.

De acordo com o portal R7, Josenir dos Santos Abreu, de 31 anos, irritou-se por ter sido expulso e deu vários chutes no árbitro Otávio Jordão da Silva de Cantanhede, de 20. O juizão retirou uma faca do bolso e acertou o peito do rapaz. Familiares de Josenir e outros torcedores que assistiam ao jogo invadiram o campo e amarraram Otávio, que foi surrado, apedrejado e esquartejado.

A cabeça do juiz foi pendurada em uma estaca perto do campo. De acordo com o jornal O Estado do Maranhão, a Polícia Civil já elucidou o crime, e um dos suspeitos de matar o árbitro foi preso na noite da última terça-feira. Autuado por homicídio qualificado, Luís Moraes de Sousa, de 27 anos, rodou na cidade de Conceição de Lago-Açu, que fica a 33 quilômetros de onde ocorreu o crime. Ele é um dos três acusados já identificados e teria confessado participação no espancamento, mas apontou outro homem como o responsável pelo esquartejamento. Luís assistia à partida e não era parente do jogador morto.

Para identificar os autores do assassinato, a polícia usou imagens de celulares das pessoas que filmavam a partida. O caso é investigado pela Delegacia Regional de Santa Inês. "Vamos identificar e responsabilizar todos os envolvidos. Um crime nunca vai justificar o outro. Ações como essa não colaboram com a legalidade de um estado de direito", disse o delegado Valter Costa ao R7.



© Copyright Editora O DIA S.A. - Para reprodução deste conteúdo, contate a Agência O DIA.