Estuprador da menina de 12 anos

Fuga para Sampa

19/02/12 03:03
atualizado em 19/02/2012 05:04

Denúncia revela que monstro pode ter saído do Rio

A Polícia Civil do Rio de Janeiro investiga mais uma denúncia que pode levar ao estuprador da estudante de 12 anos violentada dentro de ônibus no Jardim Botânico, na Zona Sul, na última quarta-feira. Segundo relatos, um morador da Favela Gardênia Azul, em Jacarepaguá, Zona Oeste do Rio, tem fisionomia semelhante ao retrato falado divulgado sexta-feira pela polícia. Análise do material de estudo da vítima revelou que todas as digitais do caderno eram da estudante.

O delegado Fábio Barucke, titular da 15ª DP (Gávea), informou ontem que a última denúncia recebida tinha informações relevantes. Ele contou que integrantes da Polícia Civil foram ao local indicado, mas que o homem citado na denúncia não estava mais no local. Segundo vizinhos, ele viajou para São Paulo na noite de quinta-feira.

Barucke informou que uma equipe está levantando outros dados sobre o suposto acusado. "Assim que conseguirmos uma fotografia dessa pessoa, vamos apresentar para as vítimas e verificar se elas o reconhecem".

Ele contou ainda que, caso fique confirmado que o suspeito viajou para São Paulo, poderá ser necessário pedir ajuda da polícia local.

A vítima completa 13 anos no próximo dia 24. Ela pediu de presente aos pais um celular novo, pois o dela foi roubado pelo estuprador. "Vamos comprar o celular, é o mínimo que podemos fazer", contou a mãe da menina.

Funcionário do prédio onde os pais da vítima trabalham informou ontem que eles receberam folga no período do Carnaval e que vão tirar férias logo após o feriadão. A família deve retornar ao trabalho em 2 de abril.

 



© Copyright Editora O DIA S.A. - Para reprodução deste conteúdo, contate a Agência O DIA.