Mudança de sexo

Plantão de Polícia

Chefão do TCP agora é o ‘Tufão’ da Maré

26/04/13 22:46
atualizado em 27/04/2013 03:20

Menor P ganha apelido de corno da novela das oito depois do ‘Caso Bernardo’

Loura, corpo cheio de curvas, fã de decotes, vaidosa e namorada de um dos traficantes mais procurados do Rio. Dayana Rodrigues, de 22 anos, é apontada como pivô do ataque de fúria do bandido Marcelo Santos das Dores, o Menor P, que comandou sessão de tortura da jovem e do jogador Bernardo, do Vasco, com quem ela teria se envolvido. A jovem levou sete tiros na noite de domingo, e o meia-atacante foi espancado e levou choques elétricos de criminosos do Terceiro Comando Puro (TCP) na Vila do João, no Complexo da Maré.

As duas vítimas foram levadas para uma casa na comunidade, onde foram torturadas pelo ‘tribunal do tráfico'. Os dois ainda teriam sido obrigados a ficar nus.

De acordo com o site da revista Veja, a traição teria feito o chefão do TCP passar a ser chamado de Tufão, personagem de Murilo Benício na novela Avenida Brasil, que era chifrado pela mulher, Carminha (Adriana Esteves).

Na Nova Holanda, comunidade também da Maré dominada por facção rival à do traficante, haveria muros pichados com " Menor P - Tufão".

Ainda segundo a revista, Dayana, que é mãe de um menino de 6 anos, já ganhou um carrão do Menor P, que também a presenteou com uma loja de sapatos para ela faturar. Como ‘prova de amor', a jovem teria tatuado a letra M no corpo.

Na internet, a louraça aparece em várias fotos fazendo pose. Em uma delas, usa um top do Flamengo, maior rival do Vasco de Bernardo.

 



© Copyright Editora O DIA S.A. - Para reprodução deste conteúdo, contate a Agência O DIA.